https://www.facebook.com/ http://pensador.uol.com.br/colecao/masgalos/

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

A solidão pode ser uma bênção no seu caminho


Como poderemos exigir que alguém goste de nossa companhia se somos nós os primeiros a rejeitarmo-nos a nós mesmos, quando não sabemos estar sós? Porque a dor, a raiva e revolta de sentirmo-nos na solidão é isso mesmo que indica. Que não gostamos o suficiente de nós para conseguirmos estar sós. Então, que fazer? Primeiro que tudo ter vontade de modificar a nossa atitude perante a situação, não querendo permanecer na posição de vitima. E porque não começar por aprendermos a gostar de quem somos, a aceitarmo-nos tal como somos. Identificando em nós os aspectos que nos beneficiam como seres humanos, aqueles que mais gostamos na nossa personalidade e que nos podem ajudar a sentirmo-nos bem connosco. Dedicar tempo a actividades que gostamos, como por exemplo a hobbies que nos transmitam uma sensação prazerosa, ou a aprender algo que sempre sentimos que gostaríamos de saber, investindo na nossa pessoa, oferecendo um pouco de nosso tempo livre como voluntários numa associação em nossa comunidade. Existem tantas a necessitar de ajuda. Ao invés de fecharmos os olhos cegos pelo ódio, raiva ou revolta, porque não voltar a nossa atenção às opções. Existem tantas coisas para dedicarmos a nossa atenção em vez de ficarmos sentados de braços cruzados lamentado o que não temos ou perdemos, isolando-nos, sentido-nos desprezados e vitimas de injustiças quando a maior injustiça somos nós próprios que a cometemos connosco mesmos.