https://www.facebook.com/ http://pensador.uol.com.br/colecao/masgalos/

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Ser grato - É fácil estar grato quando tudo corre bem.


É fácil estar grato quando tudo corre bem.
Com o trabalho progredindo, a família nos trilhos e, apesar de nem sempre como deveria ser, a vida segue sem grandes sobressaltos.
Estar grato na fartura, progresso, alegrias, só os tolos não são.
Mas estar grato é diferente de ser grato. Gratidão tem a ver com um estado de espírito.
É ter a consciência que muitas vezes o bem tem cara de mal e o mal tem cara de bem e, por nem sempre poder discerni-los, sou grato. Então enxergo que tudo o que me acontece,  numa estação ou noutra, produz bons frutos; são frutos da gratidão.
Ser grato não é agradecer por ter tudo o que gostaria. É perceber que, tendo ou deixando de ter, experimento exactamente o que preciso.
Não confundas gratidão com comodismo. Um luta, trabalha, faz planos, tem metas, mas não se abate por elas. Sabe que está indo para algum lugar e caminha com gratidão, independentemente do que aconteça. Outro senta, dorme, lamenta, se auto vitima como se o mundo conspirasse contra, como se nada valesse, como se nada pudesse. Ingrato!
Muda a tua mente. Vê sob outra perspectiva e percebe que a ingratidão é fruto da unilateralidade de olhar.
Aceitar o desafio de expandir os teus horizontes, enxergar as possibilidades, juntar as peças espalhadas pelo tempo, abre-nos uma incrível janela com vista privilegiada para o alinhamento de cada situação, um dia chamadas de “boas”,  noutros de “más” , todas convergindo para o bem dos que, por gratidão, percebem.
É sempre uma questão de percepção.
A gratidão desentope-nos de nós mesmos, tira-nos do centro, desloca o eixo, ajuda-nos a perceber os movimentos, deslocamentos, provisões, desvios, conexões, altos e baixos necessários para a construção de homens e mulheres de verdade, de carácter, atentos para as dinâmicas naturais e essenciais da vida.
Onde há harmonia, existe gratidão.
Onde há gratidão, ainda que nem tudo esteja parecido com o que considero ser ideal, há paz de espírito, discernimento e o entendimento que o significado das coisas sempre se vincula ao que habita no meu coração.